quinta-feira, 28 de abril de 2016

Lavanda Lavanda Lavanda

Olá

Hoje a Pat esteve a arrumar a casa. Estou de rastos, mexe daqui, tira dali, põe acolá… enfim resultou numa boa angariação de espaço com muita roupa para dar a outras pessoas, e muita para guardar para quem aí vem. Amanhã já vai alguma embora e o resto lá há-de ir. 

Seja como for vamos ao que interessa, cheia de dores no corpo de tanta ginástica, fui tomar um belo banho com o meu belo gel de Lavanda, adoro Lavanda! Depois ainda tinha muitas dores nos pés, super inchados e doridos e então não há nada melhor que pôr os pezinhos de molho em água bem quentinha durante uns minutos. Claro que comigo não é só água, tem de levar as minhas belas pastilhas efervescentes de...Lavanda! Mas que maravilha! E logo a seguir uma massagem com um belo creme relaxante de… Lavanda!
Para terminar, acabei de lavar o chão e a minha casa cheira a… ora tentem adivinhar? Lavanda sim senhora! 

Com isto tudo pensei…
Mas porque será a Lavanda tão usada como meio relaxante? É tão utilizada cosmeticamente? Todos sabemos que é muito utilizada em aromaterapia, mas porquê? Então a Tisha foi fazer os trabalhos de casa e foi matar a curiosidade, vamos ver? 



Lavanda é também muito conhecida por Alfazema e crescem em jardins. Quando utilizadas em potpourris (saquinhos de tecido de algodão) as pessoas metem nas gavetas para dar cheiro à roupa e afastar insetos e parasitas.
O cultivo comercial da planta é para a extração dos óleos das flores, caules e plantas, que são utilizados como anti-sépticos, em aromaterapia e na indústria de cosméticos. 
Como produto terapêutico, em infusão, deve ser evitado o uso contínuo, podendo produzir excitação em dose tóxica.
O óleo essencial da Lavanda já era utilizado pelos romanos para lavar roupa, tomar banho, aromatizar ambientes e como produto curativo (indicado para insónias, calmante, relaxante, dores, etc.). De facto a palavra Lavanda vem do latim Lavandus que significa Lavar. 

Esta continua ainda hoje a ser um dos aromas de eleição para as roupas, armários, sabonetes e afins. Tradicionalmente, ela era inalada para aliviar a exaustão, a insónia, irritabilidade e até mesmo a depressão. 
Lavanda tem um aroma doce, floral e herbal, com uma nota balsâmica. As suas propriedades são anti-séptica, estimulante da circulação, aliviador de espasmos musculares e caibras. 

Usos da lavanda: 
Lavanda está entre os mais seguros e mais amplamente usados dos óleos aromaterapêuticos. Alivia dores musculares, enxaquecas e outras formas de dor de cabeça e combate inflamações. Também é um dos óleos essenciais mais anti-sépticos, tratando muitos tipos de infecções, entre as quais pulmonares, respiratórias, vaginais e especialmente candidíases. 

Lavanda é adequada para todos os tipos de pele. Cosmeticamente, parece servir como regeneradora de células, ótima em cicatrização e estrias, e supostamente retarda as rugas. Usada em queimaduras, queimaduras de sol, feridas, lesões de pele e infecções cutâneas.

Lavanda também é usada para indigestão e cólicas, e estimula a imunidade. Das diversas fragrâncias testadas por pesquisadores da aromaterapia, a lavanda é a mais efetiva em relaxar as ondas cerebrais e reduzir o setress. Também reduziu em quase 25% os erros de pessoas que trabalham no computador, quando usada para perfumar escritórios. 

Curiosidades...

Uma lenda cristã diz que a lavanda originalmente não tinha cheiro, mas que desde que a Virgem Maria secou as fraldas do Menino Jesus sobre folhas da planta, ela ganhou um perfume celestial. O óleo essencial de lavanda é conhecido hoje por suas muitas aplicações aromaterapêuticas.

Na era vitoriana, as mulheres a usavam em travesseiros, que cheiravam para se recuperar os desmaios causados pelos corpetes apertados.



Ainda havia muito para contar sobre a Lavanda, no entanto já viram os variados usos que ela tem? 

Eu sou Fã!



Beijinhos

Pat

quarta-feira, 27 de abril de 2016

Medicamentos e Amigos

Olá a todos, hoje vim falar de uma coisa que todos costumamos fazer e que não devíamos... Sim estou a falar de tomarmos os medicamentos por indicação dos amigos, eles dizem "Eu tomo e só me faz bem" mas isso não quer dizer que faça bem aos outros seja amigo ou familiar! Eu não sou perfeita, também já caí no erro de aceitar medicamentos de amigos e familiares que não me fizeram lá muito bem, nada de grave mas podia ter sido pois estas coisas não acontecem só aos outros!

É preciso ter muito cuidado quando nos pomos a ingerir certos tipos de medicamentos sem indicação médica, podemos ter graves problemas, vamos ver o que a Pat descobriu...



- Anticoncepcionais
A nossa melhor amiga diz que a pílula que toma não a faz engordar e que parece estar a resultar, pois não caiam na asneira de perguntar o nome e ir a correr comprar sem indicação médica!
A escolha dos medicamentos Anticoncepcionais não é feita por acaso, é muito arriscado auto medicar-se com uma pílula especialmente se for uma mulher com propensão para doenças coronárias, fumadoras e com hipertensão.

ACONSELHE-SE SEMPRE COM O SEU MÉDICO GINECOLOGISTA!

- Ansiolíticos
Estes só podem ser tomados com receita médica! Para muita gente podem parecer milagrosas ao devolverem-nos o equilíbrio e o bom humor MAS não podem ser ingeridos de ânimo leve!
Estes medicamentos são susceptíveis a provocar dependência química, sonolência, alterações de humor e de memória!

- Anti-gripais
Quando a gripe ataca e a tosse não nos deixa dormir uma noite descansada entramos num estado em que somos capazes de qualquer medicamento para amenizar o sofrimento, até mesmo ir bater à porta do nosso vizinho em busca dos comprimidos milagrosos! Tenham muito cuidado!
O antigripal errado pode causar taquicardia, perda de reflexos, sonolência e reacções alérgicas!

- Analgésicos e Antipiréticos
Quem de nós não tem sempre na mala um daqueles comprimidos que curam as dores de cabeça repentinas ou febre? E quem nunca os ofereceu a uma amiga? Eu confesso que já mas...
Estes são medicamentos de venda livre na farmácia é verdade mas, mesmo assim, devemos ter muito cuidado com eles, a sua ingestão sem a supervisão médica podem causar graves alergias e até mesmo hemorragias!

- Anti-histamínicos
Sabia que tipo de alergia tem as suas particularidades e o resultado da medicação pode variar de pessoa para pessoa? É por isso mesmo que nós não devemos aceitar nenhum vindo da parte dos nossos amigos ou familiares. Assim que a alergia se instalar procurem um médico para lhes receitar o medicamento mais adequado ao vosso organismo!
A ingestão incorrecta deste tipo de medicamentos pode, em casos extremos, levar à morte!

- Inibidores de Apetite
Estamos quase no início do verão e ainda temos aquele pneuzinho inestético (podem ver dicas de combate em Ventre Liso) que nos envergonha quando vamos à praia e começamos a pensar... Será que o Inibidor de Apetite da minha amiga funciona comigo? E lá vamos nós correr para comprar um igual, eu pessoalmente nunca tomei nada do género, mas isso está errado! A tentação de o fazer é muita e o esforço é mínimo, no entanto os riscos deste medicamento podem ser muito perigosos.
Há a possibilidade de criar dependência química, taquicardia, alucinações e alterações de humor.

PEÇA SEMPRE CONSELHO A UM ESPECIALISTA NUTRICIONAL!

- Anti Depressivos
Tal como o próprio nome indica, estes são destinados a combater estados de depressão e os transtornos de ansiedade. Só podem ser vendidos mediante receita médica mas há por aí muita gente que os toma "emprestados".
Pois bem, para essas pessoas, tomem nota do que pode acontecer sem antes consultar o seu médico: sonolência, alterações de humor e de memória, alucinações e boca seca!

- Anti-Hipertensivos
A sua pressão arterial sofreu uma subida brutal?
Desloque-se para ser observado por um especialista! Tomar este tipo de medicamentos a indicações de terceiros não são a solução para os nossos problemas, muito pelo contrário podem criar mais!
Estamos a falar de alterações nos rins, inchaço nas pernas, reacções alérgicas e descida brusca da tensão arterial!

- Antibióticos
Apesar de um antibiótico ter funcionado connosco isso não significa q funcione com outros, mesmo familiares! Cada caso é um caso e este tipo de medicamento é muito forte pelo que deve sempre ser receitado por um médico!
Caso contrário o que lhe pode acontecer é ter reacções alérgicas, diarreia, vómitos e dores abdominais agudas!

- Anti-inflamatórios
Estamos a meio de um dia de trabalho ou de escola e aparece aquela dor de garganta que nos chateia e em que pensamos nós? Vamos logo pedir a alguém que nos dê um anti-inflamatório para reduzir o mau estar mas isso está errado!
Tomar um destes medicamentos de forma inadequada pode causar reacções alérgicas, problemas renais e hemorragias gastrointestinais.

Já sabem muito bem que seja qual for a situação temos a nosso dispor da Linha de Saúde 24 - 808 24 24 24.
São sempre simpáticos e ajudam-nos quando precisamos e fazem as perguntas certas e indicam-nos o método mais correcto desde que sejamos sinceros na resposta as perguntas!

Minha gente, muito cuidado, só nós somos responsáveis pelas decisões que tomamos e se não cumprirmos os mínimos de segurança, também não poderemos culpar os especialistas por erros nossos! Uma coisa é negligência médica, outra é negligência da nossa parte!

Beijinhos

Pat

terça-feira, 26 de abril de 2016

Caldo Verde VS Cancro

Olá!
Ora vejam bem o que eu descobri... Eu já adorava mas agora ainda adoro mais!

O Caldo verde ajuda a prevenir Cancros e outras Doenças! Desta juro que não sabia e juro que fiquei mesmo espantada! querem saber mais? Vamos lá ver o que dizem sobre o nosso tão gostoso Caldo Verde!


Ai que aspecto quase me faz ter fome a estas horas!

Muita gente sabe que o caldo verde é uma sopa de couve portuguesa, tipicamente do norte de Portugal Continental, mas muito divulgada por todo o país. Couve é o nome genérico que se usa para descrever uma grande família de hortaliça caracterizada por folhas largas, esverdeadas e muito ricas em nervuras, fibra e vitaminas. Contudo, a couve preferida para se fazer o caldo verde, como deve ser, é a couve chamada galega, muito cultivada na Província do Minho em Portugal.

A causa do cancro é a repetição do agente cancerígeno, o nosso intestino delgado é uma coloaca onde as nossas fezes se encontram armazenadas e elas têm bastantes produtos tóxicos e o caldo verde ajuda a descarregar todos esses produtos tóxicos para evitar assim o cancro do cólon. Para o Caldo Verde qualquer couve pode ser utilizada, o que interessa é que seja rica em fibras! Mas não é só fazer o Caldo verde! é preciso saber fazer e por isso ainda temos aqui a receita do bom Caldo Verde à moda de Valença do Minho! Isto diz o Sr. Dr. Manuel Luciano da Silva (em Bristol - EUA).


BENEFÍCIOS DO CALDO VERDE

Para apreciarmos as maravilhosas qualidades do caldo verde temos que primeiro analisar o nosso aparelho digestivo. Qual é o comprimento do nosso tubo digestivo? Qual é a distância que vai da boca até ao ânus? Resposta: O comprimento do nosso tubo digestivo é quase SETE vezes a altura de cada pessoa! Deste modo se um homem tem de altura um metro e meio, o seu tubo digestivo possui DEZ METROS de comprimento! É igual à mangueira de regar o quintal!...

Agora compreendemos melhor porque é que a Natureza exige que a nossa alimentação contenha 90 por cento de alimentos com fibras vegetais que não sejam reabsorvidas. É preciso que a nossa alimentação contenha substâncias que não desapareçam, que não sejam reabsorvidas, no percurso do tubo digestivo, porque de contrário não chegará nada ao fim do canal que tem em média mais de dez metros de comprimento...

INGREDIENTES DO CALDO VERDE

COUVES - As couves são a parte mais importante do caldo verde porque são muito ricas em fibras não-reabsorvíveis. Além disso as couves são muito ricas em vitamina A e complexos B (tiamina, riboflavina e niacina). Possuem também cálcio, ferro, fósforo, potássio, mas têm poucas calorias.

AZEITE - O azeite deve ser português porque é muito rico em ácidos não-saturados que fazem baixar o colesterol mau.

BATATA - serve para amaciar, tornar mais homogéneo o sabor do caldo verde e o seu valor calórico não está fora de ordem. A pele das batatas é muito rica em potássio, muito importante para a contração dos músculos.

UMA CEBOLA E DOIS DENTES DE ALHO

ÁGUA QUENTE - A água quente do caldo verde é muito importante, porque faz funcionar muito melhor os sucos digestivos e os fermentos ou enzimas do aparelho digestivo. A água quente faz descontrair os esfíncteres ou válvulas do aparelho digestivo, estimula a contracção normal da vesícula biliar e relaxa o estômago e os intestinos delgado e grosso, tornando a nossa digestão agradável e saudável.

SAL- Não deve ser exagerado. Só o preciso!

CHOURIÇO - O chouriço, para ser cortado às rodelas e pôr no caldo verde, deve ser cozido à parte para se deitar fora a água, porque esta contem os produtos cancerígenos do chouriço devido ao processo de ter sido defumado.

BROA - A broa deve ser à moda portuguesa feita com o farelo e farinha de milho como se coze na nossa terra. Quem comer uma malga de caldo verde todos os dias não tem prisão de ventre! Quem não tem prisão de ventre não tem hemorroidas! Por outro lado uma pessoa fazendo as suas necessidades diariamente, o fígado é obrigado a produzir mais bílis e a vesícula a expelir mais sais biliares para untar a tripa por dentro para que os alimentos deslizem melhor. Deste modo saindo mais bílis (rica em colesterol) para o exterior através das fezes, dá-se uma baixa de colesterol no sangue, diminuindo os riscos de ataques cardíacos e de pedras da vesícula (compostas por colesterol)! O caldo verde faz também com que a pessoa emagreça e se torne mais saudável e mais feliz.

LEMBREM-SE!
- Durante e depois de uma refeição de Caldo Verde não se deve ingerir Alimentos ou bebidas frias!
- Quanta mais quantidade de Fibras, nomeadamente o Caldo Verde bem quentinho, nós ingerir-mos menos probabilidades teremos de contrair Cancro do Cólon, Colesterol, Diabetes, entre outras!
- Minha gente o Caldo Verde ajuda a EMAGRECER! Isto porque as fibras não podem ser reabsorvidas pelo canal digestivo portanto empurra tudo o que é mau e não interessa impedindo assim que os farinácios sejam reabsorvidos e transformados em gordura localizada (barriga, peito, nádegas, etc)



RECEITA DO CALDO VERDE À MODA DE VALENÇA DO MINHO

Dois litros de água; 4 colheres de sopa de azeite português; 750 gramas de batatas, com casca 1 ou 2 couves-galegas conforme o tamanho; sal; 1 chouriço (cozido à parte); broa. Uma cebola e dois dentes de alho.

Preparação:

Deita-se a água numa panela com o azeite e batatas com casca cortadas em 4 pedaços. Põe-se sal quanto baste e deixa-se ferver. Quando as batatas estiverem cozidas, tiram-se e passam-se por um passador. Voltam à panela para apurar.

Entretanto cortam-se as couves em tiras o mais fino possível. Lavam-se e deitam-se na panela 15 minutos antes da sopa ser servida, deixando a panela ferver DESTAPADA. Serve-se em tigelas de barro, com uma rodela de chouriço e um bocadinho de broa.

Beijinhos e Bom Apetite!

Pat

segunda-feira, 25 de abril de 2016

Alimentos Fantásticos

Olá!

Hoje trago-os uns alimentos que, apesar de não serem bonitos nem cheirarem bem e terem, muito provavelmente, um sabor amargo, nos fazem muito muito bem!

Eles são a Alcachofra, o Aipo, o Chuchu, o Goji, o Fígado e as Algas, vamos lá ver o que eu aprendi! Sei que é logo... Mas vale a pena!

Alcachofra

Trata-se de uma planta da mesma família da margarida e do girassol, cuja inflorescência jovem é comestível. Quando abre completamente e fica com aspecto de flor, a sua estrutura endurece e já não se pode comer.
Além de alimento, a alcachofra é considerada uma das mais importantes plantas medicinais, tendo demonstrado propriedades terapêuticas ímpares. Entre os seus diversos efeitos benéficos, há três que devem ser destacados:

• Melhora a digestão, por estimular a actividade da vesícula biliar e fígado;

• Mantém ou baixa os níveis do mau colesterol (LDL) no organismo;

• Ajuda a controlar os níveis de açúcar no sangue.

Estudos clínicos comprovaram o efeito benéfico nas digestões, após constatação do alívio de distúrbios digestivos e flatulência, sobretudo em casos onde se verificava maior dificuldade na digestão de gorduras. Uma outra substância presente na sua composição tem uma acção comprovada na redução da produção de colesterol pelo fígado. Quanto à regulação do açúcar, o efeito da alcachofra, deve-se ao seu interessante teor de um princípio activo, cujo efeito, (benéfico neste contexto), é tornar as digestões mais prolongadas, não permitindo picos de açúcar no organismo, o que torna a alcachofra muito interessante como ajuda terapêutica para diabéticos. Entre os outros efeitos benéficos, não tão preponderantes, mas igualmente interessantes, destaca-se a drenagem dos fluidos extracelulares, com aumento da diurese.

Curiosidade: A alcachofra contém uma enzima que coalha o leite (inicia a digestão das proteínas do leite), sendo por este motivo utilizada em alguns países para o fabrico de queijos.

Aipo

É uma planta cuja parte mais frequentemente usada na alimentação é o caule, mas cujas folhas, raízes e sementes são usadas como temperos e até remédios naturais. Tal como a alcachofra, tem um travo amargo, mas associa-se a notas picantes, que tornam o seu sabor muito particular: ou se adora ou nem se consegue cheirar.
No que respeita à alimentação, trata-se de um excelente opção para dietas de emagrecimento, porque o valor calórico do aipo é baixíssimo (uma porção de 100g contem cerca de 7Kcal). Como efeitos benéficos destacam-se:

• Acção hipotensora, que potencia o equilíbrio da tensão arterial, devido ao seu interessante aporte de potássio (cuidado para não acrescentar sal em casos de hipertensão arterial);

• Acção renal, usada no tratamento de edemas;

• Acção anti-inflamatória comprovadamente benéfica em casos de gota e artrites;

• Acção alcalinizante, por desencadear esse meio no sangue, combatendo a acidose metabólica.

Além disso, estão descritos efeitos cicatrizantes e de melhoria em casos de psoríase.

Chuchu

Trata-se de um fruto, cujo aspecto não o torna apetecível e o sabor não é memorável. Raramente se cozinha sozinho e funciona muito bem na preparação de um prato com o cuidado de reduzir hidratos de carbono, porque assume facilmente o sabor dos alimentos com os quais é preparado. Tem um valor calórico muito baixo, porque a maior parte do seu conteúdo é água.
Não se pode dizer que o chuchu seja nutricionalmente muito rico, o seu interesse prende-se mais com o poder saciante associado à fibra e água que ontem, sobretudo porque em muitos pratos pode “substituir” a batata ou outro hidrato de carbono. No entanto é importante dizer que demonstra efeitos muito semelhantes ao aipo, sobretudo no que respeita ao tratamento da hipertensão arterial (sempre com o cuidado de ser cozido ou confeccionado sem sal), por ser rico em potássio.

Goji

Trata-se do fruto da moda, que se apresenta na forma de bagas vermelhas, com um sabor algo amargo e ligeiramente picante. A sua popularidade relaciona-se com a sua riqueza nutricional e o seu poder antioxidante. Além do conteúdo proteico interessante, tendo em conta que se trata de um alimento de origem vegetal, o goji é a maior fonte de carotenóides conhecida, incluindo beta-caroteno (em maior concentração que a cenoura), pelo que protege a pele dos danos causados pelo sol, bem como zeaxantina (protector dos olhos). Contém ainda uma quantidade elevadíssima de vitamina C e é uma fonte interessante de ómega 3. Contem vários fito-nutrientes, com acções: anti-inflamatória, anti-oxidante e anti-aterogénica. Assim, é apontado como um potente anti-envelhecimento, protege contra doenças cardio-vasculares e inflamatórias (artrite, por exemplo). Promove a energia e bem-estar, melhora a função imune, ajuda a baixar o mau colesterol e a controlar a tensão arterial e há quem defenda que tem propriedades anti-cancerígenas, que aumenta a líbido e o desempenho sexual e ainda que melhora a fertilidade. As propriedades do mangostão são semelhantes às do goji, porém, é um fruto que contém menos vitamina C.

Fígado

O fígado de diversos animais, entre os quais a galinha, o porco e o boi, é uma fonte nutricional muito rica. Quando se trata de procurar campeões de vitaminas, minerais e proteínas de elevado valor biológico, o fígado está presente em todos. Por exemplo, de ferro, vitamina A e zinco. Assim, e pela ordem descrita, é usado para tratar anemias por carência de ferro, mantém a saúde dos olhos, mucosas, pele e cabelo, actua a nível do sistema imunológico, sendo essencial para a formação de anticorpos.

Algas

Nas algas destaca-se o seu elevado teor de minerais importantes. Pode dizer-se que em vitaminas as algas se equiparam aos legumes, mas são mais ricas em minerais como o cálcio, o ferro, o fósforo e o magnésio e também em oligoelementos como o iodo, o silício, o zinco e o selénio, entre outros.
São muito ricas em fibra, pelo que é de destacar o seu poder saciante e laxante. São uma boa fonte de proteína, contendo todos os aminoácidos essenciais, motivo porque se torna uma boa alternativa para os vegetarianos. Têm ainda um conteúdo interessante de ómega 3, tão importante para activar as defesas do organismo e para a função cerebral e são uma fonte interessante de fitoestrogénios, úteis para mulheres na menopausa. Têm um importante poder anti-oxidante."

Beijinhos

Pat

domingo, 24 de abril de 2016

Cuidar de Eletrodomésticos

Todos nós temos electrodomésticos que nos facilitam a vida mas... Será que nós facilitamos a vida aos nossos electrodomésticos?
Fui à procura de alguns conselhos para nos ajudar a dar-lhes uma vida mais longa!

Regras básicas para qualquer eletrodoméstico

Temos por hábito comprar os nossos electrodomésticos e deixar o livro de instruções de lado, é que a maioria de nós nem pega neles! Eu contra mim falo, nunca pego em livro de instruções nenhum, só nos quem vêm com os móveis e è porque sou obrigada para os montar em condições... Adiante.

Devemos sempre ler com toda a atenção os manuais especialmente a parte final que é onde se encontram as precauções que devemos ter em causa!
Tenha em conta que em qualquer electrodoméstico podem ser substituídas as borrachas de vedação, como nos fornos, frigoríficos, máquinas de lavar roupa/loiça, etc, sem ser necessária grande custo financeiro. Só esta substituição possibilita um aumento quase total da eficiência do aparelho e mais durabilidade!


Frigorífico 

1- Se abrirmos o Frigorífico demasiadas vezes estamos a deixar entrar calor e este para repor a temperatura ideal vai forçar o compressor a trabalhar continuamente. Quando vamos cozinhar ou prepara um petisco o melhor é tirar tudo de uma vez do frigorífico e no final voltar a guardar tudo.
Dica: Se for muita coisa arranjem um cestinho ou bacia para poderem levar tudo sem correr o risco de deixar cair alguma coisa!
2- Sobretudo no verão, não se deve forçar o frigorífico a fazer muito frio... Ou seja tentar evitar colocar o aparelho no mínimo, pois isso vai forçar o aparelho a trabalhar mais. Claro que isto é exatamente o contrário do que estamos habituados a pensar e fazer! 
3- Encher o frigorífico de alimentos quando vimos do supermercado contribui também para um “esforço” do aparelho, uma vez que o vamos "obrigar" a fazer mais frio, mais depressa, para refrescar os alimentos que acabámos de colocar lá dentro. 
4- na parte posterior da parede frigorífica existe um buraquinho, para onde cai a água que se vai criando durante o processo de refrigeração que deverá ser limpo e desentupido. Normalmente os frigoríficos trazem uma pecinha própria para isso portanto não deitem fora essa pecinha porque serve exactamente para desentupir!
5- É muito importante efetuar uma limpeza às borrachas das portas com água morna e bicarbonato de sódio ou sabão neutro para que estas não criem excesso de sujidade e acabem por se danificar. As borrachas em mau estado de conservação tornam a vedação menos eficaz e consequentemente levam a um desperdício de energia. 
6- devemos ter sempre atenção de não colocar alimentos quentes dentro do frigorífico, aliás nós devemos sempre esperar até DUAS HORAS antes de por alimentos quentes dentro do mesmo pois ao fim desse tempo estão à temperatura ambiente e não vai provocar desperdício de energia.

Congelador

1- Proceder com regularidade à descongelação do frigorífico / arca congeladora (desde que não seja no frost), 2 vezes ao ano, no mínimo, de modo a não criar um excesso de gelo e consequentemente um desperdício de energia. 
2- Este tipo de aparelhos deverá ser colocado em zonas frescas e bem ventiladas da cozinha. Se estiver próximo de calor, irá trabalhar mais para tentar compensar a temperatura à que está a ser sujeito.

Máquina de lavar louça 
1- A máquina de lavar louça deve ser limpa por dentro de tempos a tempos (depende do tipo de uso que se dá ao aparelho). Existem no mercado detergentes próprios para efetuar esta limpeza mas pode fazê-la apenas com um programa de água mais quente. 
2- Não se deve colocar a louça na máquina com resíduos de alimentos, mas também não é necessário “lavar” a louça à mão antes de a colocar na máquina. Deve-se apenas retirar os resíduos dos alimentos. Não se deve passar a louça por água quente, pois a gordura existente na louça é que contribui para uma lavagem melhor. 
3- Devemos deixar a máquina com a porta entreaberta. Quando leva algum tempo até lavar a loiça fazer um programa “amolecimento”. Não fica caro, porque é uma simples metida de água. 
4- Existem estudos que indicam que uma lavagem de loiça na máquina menos custos que lavagem à mão. 
5- Deve-se efectuar uma limpeza, ou verificação dos filtros (no fundo da cuba da máquina) da máquina para que estes não acumulem excesso de resíduos. 
6- Não esquecer de colocar sal na máquina, sobretudo em zonas em que a água seja mais dura, mesmo que utilizemos pastilhas com tudo incorporado 
7- Não se devem colocar na máquina: porcelanas com pintura à mão, pratas ou latão… além de ficarem manchados, podem danificar a máquina. 
Máquina de lavar roupa
1- Tendencialmente as pessoas pensando que tal contribui para uma lavagem mais eficaz, acabam por exagerar nas doses de detergente que usam. Não só é um desperdício de dinheiro, de ambiente, como ainda pode causar alergias, uma vez que podem ficar resíduos de detergente na roupa e fazer mal à pele. (Heis mais um erro meu!)

2- A limpeza da gaveta do detergente é fundamental, pois o detergente por norma acaba por se ir ali acumulando e deteriorando quer o interior da máquina quer o próprio exterior (pontos de ferrugem na gaveta) 
3- Verificar/ limpar o filtro é fundamental, pois é ali que se acabam por concentrar as pequenas coisas que por vezes ficam na máquina (como botões, moedas, etc)

4- Para a lavagem de peças de roupa pequenas como: cuecas, meias, soutiens, etc, é fundamental utilizar os saquinhos de rede próprios, para que estas peças não se “escapem” para o interior da máquina e bloqueiem o funcionamento. (Estes eu tenho)

5- É fundamental não carregar em excesso a máquina, pois tal faz com que a roupa não saia tão bem lavada e acabe por desgastar a estrutura interna da máquina, pois o peso em excesso danifica. (Mais uma coisa que fazia mal, confesso!)

6- Existem no mercado produtos específicos (desencrustantes) para a lavagem da máquina, mas basta uma lavagem com água quente, sem roupa. Sempre é melhor do que não fazer nada. 

Fornos (de fogões ou não) 
1- Deve ter-se muito cuidado com o uso de detergentes para a limpeza do forno, pois uma grande parte dos mesmos contém componentes abrasivos o que com o tempo acaba por deteriorar o interior do forno.
2- No caso de ter um forno com limpeza pirolítica, não andar sempre a fazer esta limpeza, pois é suposto que o forno “crie” uma certeza sujidade para depois sim se proceder à limpeza pirolítica.

3- É muito importante limpar convenientemente as borrachas e verificar se elas estão a vedar correctamente o forno.

4- De forma a reduzir o consumo de energia é conveniente desligar o forno antes de terminar a cozedura dos alimentos, aproveitando o resto do calor residual que fica.

5- Utilize a iluminação para vigiar os cozinhados, evitando abrir a porta do forno. (Infelizmente o meu não tem esta opção)

6- Os recipientes de cerâmica ou vidro são os mais eficazes para utilizar no forno.

7- Verifique regularmente as juntas e as borrachas de vedação, substituindo as que estejam gastas ou com fissuras, de modo a evitar perdas de calor. 

Aspiradores

Quando adquirir um aspirador ou qualquer outro eletrodoméstico leia sempre o manual de instruções. Muitos clientes reclamam que os seus aspiradores ao fim de algum tempo desligam-se deixando de funcionar por vários minutos. Os aspiradores deixam de funcionar porque o motor sobreaquece e dispara um elemento de segurança que impede o motor de receber alimentação energética e por consequência deixa de funcionar por minutos até que o motor novamente arrefeça. Se está a deparar-se com esta situação já é altura de ter alguns cuidados de manutenção. 
1- Identifique se o seu aspirador tem filtro, primeiro use uma trincha grossa e remova todo o pó que puder, em seguida lave o filtro com um pouco de sabão azul e branco. Caso não volte a sua cor original não se preocupe. 
2- Em seguida troque o saco do aspirador ou se for bagless remova tudo o que se encontra dentro do recipiente de retenção. É muito importante verificar se os sacos estão cheios. Caso seja um aspirador de água é muito importante limpar os filtros e o recipiente.

Microondas:

1- Nunca limpe o seu micro-ondas com produtos abrasivos. 
2- Tenha cuidado com os plásticos que coloca no seu interior e com metais.

E pronto por agora é tudo, hei-de vir com mais algumas dicas diferentes mas estas são realmente as mais importantes para dar-mos mais vida aos nossos auxiliares de tarefas do dia a dia!

Espero que tenha sido útil!


Beijinhos

Pat

sexta-feira, 22 de abril de 2016

Diário da Gravidez - 15 Semanas

Olá!

Como tem vindo a ser habito, o dia de hoje é reservado à minha gravidez! Já lá vão 15 semanas, o bebé já mexe e bem, já o sinto todos os dias mas não a toda a hora. Sinto que ele já reage a sons, ao toque, ao espirro, já está a entrar no ritmo!
Entretanto tenho vindo a aproveitar ao máximo todos os workshops de mamãs e bebés e tenho conseguido boas ofertas! No fim de semana passado assisti a um workshop na zippy onde nos foi oferecido um pack Nuk composto por um biberão e uma chucha.

Agora falando das mudanças...
O bebé tem cerca de 10 cm, começa nitidamente a ocupar mais espaço e a empurrar os nossos órgãos para que possa estar mais livre. Nesta fase da gravidez acabam alguns desconfortos mas começam outros como inchaço nos membros inferiores, cansaço, fadiga, azia... enfim mais uma montanha russa mas mais suave que o primeiro trimestre (por norma).
Continuo a não ganhar peso e apesar de não conseguir vestir as minhas calças, noto diferença nos casacos, parece que os braços passam com muito mais facilidade! Não é meu costume fazer dietas, nunca foi, muito menos agora, mas parece que aqui a cria está a ficar com tudo para ele/a. No entanto já noto diferenças no campo gravitacional, a sério, já viram aquela barriga??? As descidas já são uma dor de cabeça, as subidas também, mas as descidas... enfim! Estou a ponderar seriamente comprar uma cinta de grávida, por agora ando a comparar preços. Quanto a dormir, já tinha algumas insónias antes por isso não é coisa que me pareça anormal, de qualquer forma já não consigo dormir de barriga. O aconselhável é a grávida dormir para o lado esquerdo, coisa que a mim nunca me fez confusão pois sempre dormi para o lado esquerdo, mania que hoje me dá muito jeito! Mas se for desconfortável para outras mães, umas almofadas especiais ou não dão sempre imenso jeito, toca a fazer um ninho na cama hehehe.

Não há muito mais a dizer, os quatro meses estão aí à porta, cada dia que passa falta menos para o parto, mas neste momento a minha ansiedade passa por saber o sexo, infelizmente só lá para o final de Maio é que poderei saber...espero eu!
Por hoje ficamos por aqui.

Beijinhos

Pat

quinta-feira, 21 de abril de 2016

Chás para Emagrecer

Olá!
Como eu já falei em Ventre Liso, o chá é um belo auxiliar para as godurinhas! Querem saber quais são os melhores chás para emagrecer? Então venham daí!

Encontrei estes três que realmente poderão ajudar a quem estiver a fazer dietas. O Chá Verde também é um bom auxiliar mas por enquanto tenho aqui estes três.

CHÁ DE SALVA 
É bom para regular o sistema hormonal, diminuindo assim o apetite em mulheres com síndrome pré-menstrual (ao regular as hormonas estrogénio e progesterona) ou na menopausa. Evita ainda a acumulação de gorduras decorrentes da menopausa.
Como e quando tomar:
Este chá pode ser tomado 2 a 3 vezes ao dia, quantidade de 1 chávena de chá e pode ser bebido à noite.
Para preparar: colocar 3 colheres de sopa num litro de água e deixar 10 minutos em infusão, antes de tomar.

CHÁ DE ALECRIM 
Melhora o funcionamento do sistema circulatório, facilitando a eliminação de gorduras de zonas menos vascularizadas como o abdómen e as coxas. Aumenta a temperatura corporal e a capacidade de outras plantas medicinais atingirem os locais com mais gordura. Melhora a função cerebral, actuando no hipotálamo, o centro do apetite.
NOTA: A preparação do Chá de Salva, Alecrim e Hipericão é igual: num litro de água, coloca-se 3 colheres de sopa do chá e deixa-se em infusão. Deve ser tomado 2 vezes ao dia, ao pequeno-almoço e lanche (chávena de chá). Não deve ser tomado à noite porque pode provocar insónias.

HIPERICÃO 
Diminui o apetite, principalmente por hidratos de carbono que se faz sentir mais à noite. Melhora o sono, reduz a ansiedade, stress e aumenta o humor, regulando a produção de hormonas essenciais para a redução do apetite como: adrenalina, cortisol, serotonina e melatonina, grelina e leptina.
NOTA: Tal como o CHÁ DE ALECRIM, não deve ser tomado à noite porque pode provocar insónias, aconselhando-se tomar uma chávena de chá ao pequeno-almoço e lanche.

Beijinhos

Pat

quarta-feira, 20 de abril de 2016

Ciclo Menstrual, como sobreviver

Olá,

Hoje fui investigar um bocado sobre o ciclo menstrual e eis que encontrei isto, agora entendo porque não me apetece comer nestes dias e tudo me parece saber mal e nada me passar pela garganta! Já repararam nisto? Eu também nunca tinha associado mas agora decidi investigar porque eu fico cá de uma maneira... Ui dói-me tudo! E queria descobrir uma forma de ultrapassar estes meus dilemas mensais! Sem ser a gravidez que neste momento me descansa neste aspecto hehehe

Encontrei uma participação da médica ginecologista/obstetra Linda Fradique que fala sobre isto num programa de televisão. É realmente possível superar estes dias com uma boa alimentação! Vamos ver:


Nesse período, as senhoras costumam fazer retenção de líquidos, pelo que devem apostar numa alimentação equilibrada, rica em água e sais minerais. 

Legumes como a cenoura, os tomates e a alface, preenchem estes requisitos. Já as couves não, porque nessas alturas costuma dar-se alguns desarranjos intestinais, que poderiam ser agravados com o consumo de couves.

As frutas podem ser uvas, laranjas e ananás…são ricas em água, mas têm características antioxidantes, que conferem alguma proteção. 

As gorduras devem ficar de lado, pelo que as senhoras devem optar pelas carnes brancas e pelo peixe. 

E, nesse período, tudo é desculpável. Por isso, um quadradinho de chocolate não faz mal a ninguém e, face à presença do açúcar, dá energia. Só um bocadinho, poderá ajudar a alegrar os dias”. 

A tensão pré-menstrual 

A síndrome pré-menstrual, ou TPM – Tensão Pré-Menstrual -, revela-se com um misto de sintomas físicos, psicológicos e não só. 

Estes sintomas surgem na segunda metade do ciclo menstrual e a sua intensidade poderá interferir com a vida normal da mulher. 

Alguns destes sintomas são: 
- desconforto abdominal 
- fadiga 
- dores de cabeça 
- irritabilidade/nervosismo 
- depressão (com possíveis distúrbios do sono e sensação de inutilidade) 
- aumento do apetite - avidez por certos alimentos, como chocolates, doces e comidas salgadas 
- esquecimento e dificuldade de concentração 
- acne 
- hipersensibilidade aos estímulos 
- raiva 
- choro fácil 
- acessos de calor 
- palpitações 
- tonturas 
- variações de humor 
- ansiedade (com sentimentos de hostilidade) 
- dor ou aumento da sensibilidade mamária 
- retenção de líquidos (inchaço ou dor nas pernas) 
- desânimo 
- agressividade 
- cólicas. 

Estes sintomas poderão agravar-se, caso, nesta fase, a mulher se encontre com problemas pessoais. 

Para diagnosticar a TPM há que fazer um controlo objectivo dos ciclos menstruais, para excluir outros transtornos, como o hiper ou hipotiroidismo, a fadiga crónica, a enxaqueca, a síndrome do intestino irritável ou mesmo o agravamento de patologias do foro psiquiátrico. 

A TPM pode ser suave ou ter uma grave manifestação, podendo o período de duração ir de três a dez dias, conforme a pessoa, e acentuando-se mais entre os 25 e os 35 anos. 

O seu tratamento depende da severidade dos sintomas e pode passar por mudanças alimentares, de comportamento e tratamentos farmacológicos. 

MEDIDAS PREVENTIVAS

As medidas preventivas podem passar por: 

- redução de sal, açúcar, gordura e cafeína (café, chá, colas, etc …) 
- repartição das refeições 
- uma dieta com bastante cálcio (optando por lácteos magros) e magnésio (espinafres) 
- limitação de bebidas alcoólicas 
- deixar de fumar 
- prática de exercício físico regular (20 minutos de aeróbicos, três vezes por semana) 
- gestão do stress. 

Descansar e recorrer a técnicas de relaxamento, como o yoga, também se poderão revelar úteis. 

A automedicação não será uma solução. Só o médico pode indicar o melhor caminho para solucionar a TPM. 

O QUE É A DISMENORREIA? 

É o termo médico utilizado para definir as dores menstruais, ou seja, as dores na região inferior do abdómen durante o período menstrual da mulher. 
A dismenorreia poderá ser primária ou secundária. 

A dismenorreia primária deve-se a fenómenos naturais, fisiológicos, associados à menstruação. É mais comum em mulheres jovens e pode aparecer desde a primeira menstruação (menarca) e, normalmente, diminuí com a idade. 

A dismenorreia secundária está ligada a problemas de saúde de foro ginecológico, podendo aparecer em qualquer período da vida da mulher em idade fértil. 
Os sintomas principais são dores na região abdominal inferior e que podem irradiar para as costas e para as coxas. Surgem no dia anterior ou no primeiro dia do período e prolongam-se por dois ou três dias desaparecendo gradualmente. 
Pode estar associada a outros sintomas como dores de cabeça, náuseas, vómitos e fluxo menstrual muito abundante. 

Tratamento 

Geralmente a dor é eficazmente aliviada com fármacos anti-inflamatórios não esteróides, como o ibuprofeno. Estes fármacos são mais eficazes se a sua administração começar 2 dias antes da menstruação e continuar durante o primeiro e segundo dias do fluxo menstrual. 
As náuseas e os vómitos são aliviados com um medicamento para as náuseas (antiemético), mas estes sintomas costumam desaparecer, sem tratamento, à medida que as contracções diminuem de intensidade. 
Descansar o suficiente, dormir e fazer exercício físico com regularidade também pode ajudar a reduzir os sintomas. Se a dor continuar até ao ponto de interferir com a actividade normal, pode ser suprimida a ovulação com contraceptivos orais que contenham doses baixas de estrogénios e de progesterona. 

O tratamento da dismenorreia secundária depende da sua causa. Se se tratar de um canal cervical estreito, pode proceder-se à sua dilatação cirúrgica, o que proporciona entre 3 e 6 meses de alívio. Quando o tratamento não dá resultado e a dor é muito intensa, a desconexão dos nervos que vão ao útero pode ser benéfica. As complicações deste processo incluem lesões noutros órgãos pélvicos, como os ureteres. Por outro lado, também se pode recorrer à hipnose ou à acupunctura. 

Eu há coisa de dois ou três anos recorri à acupunctura, foi mesmo bom porque ajudou a aliviar as dores que infelizmente sem a continuidade de tratamento acabam por voltar. Espero que seja útil para as meninas e mulheres que mais sofrem nestes dias, como eu na situação normal de não-grávida hihihi.


Antes de tomarem medicamentos certifiquem-se que não terão reacções alérgicas a algum componente.

Beijinhos

Pat

terça-feira, 19 de abril de 2016

Choque Anafilático

Olá!

Depois de fazer a pesquisa das Medusas decidi procurar um pouco sobre o Choque Anafilático que uma pessoa pode sofrer com o contacto de uma Medusa mais perigosa e decidi falar deste tema em primeiro lugar.

Afinal o que é? Vou falar-vos mesmo sobre isso para que possam estar prevenidos nestes casos.


Imagem google
A Anafilaxia é uma reacção alérgica sistémica, severa e rápida a uma certa substância alergénica. É caracterizada pela diminuição da pressão arterial, taquicardia e distúrbios gerais da circulação sanguínea. Pode ser acompanhada de Edema da Glote. A reacção anafilática pode ser provocada mesmo por quantidades minúsculas de uma substância alergénica.

O tipo mais grave é mesmo o Choque Anafilático e termina, geralmente, em caso de morte caso não seja logo tratado. Isto acontece porque há uma rápida constrição das vias aéreas que, muitas vezes, ocorre numa questão de minutos após o início do ataque. quanto mais rapidamente o apoio médico chegar podem ser salvos preciosos minutos de vida. Este é mesmo o único dos primeiros socorros a ter num choque destes.

A ventilação assistida é frequentemente ineficaz mas deve ser tentada caso a vítima pare de respirar. A frequência cardíaca pode causar taquicardia e, eventualmente será assim indicada por apresentar um risco menor para a pessoa.

Os sintomas podem incluir stress respiratório, hipotensão (baixa pressão sanguínea), síncope(desmaio), coma, urticária, angioedema (inchaço da face, pescoço e garganta) e coceira.
Os sintomas estão relacionados à acção da imunoglobulina e da anafilatoxina, que agem para liberar histamina e outras substâncias mediadoras de  granulação . A histamina induz à vasodilatação e a broncoespasmo (constrição das vias aéreas), entre outros efeitos.


É sempre útil saber estas coisas.

Beijinhos

Pat

Medusas e Alforrecas

Olá!
Hoje decidi falar sobre aquilo que nós tanto vemos nas praias e que nada gostamos… As famosas Medusas mais conhecidas cá como Alforrecas!

As Medusas são conhecidas como Mães d’Água, Águas-vivas ou Alforrecas em Portugal. Estas são forma de vida livre dos cnidários adultos. Quase todas vivem no oceano como componentes de zooplâncton.
O seu corpo é, basicamente, um saco com simetria radial formado por duas camadas de células – epiderme no exterior, gastroderme no interior – com uma massa gelatinosa entre elas chamada mesogleia e aberto para o exterior. As medusas ostentam coroas de tentáculos com células urticantes que são os cnidócitos que são capazes de ejectar um minúsculo espinho que contem uma toxina, o nematocismo. O corpo das medusas é formado por 95-99% de água.

Isto ó para vos dar uma breve introdução à fisionomia das Medusas, agora vamos compreender a toxicidade que podem ter para o homem.

Há uma Medusa com o nome de Medusa-Juba-de-Leão (Cyanea capillata - imagem esquerda) que é das maiores que existem, a sua picada pode causar algum incómodo mas raramente é fatal!

No geral as picadas das medusas (especialmente da classe Scyphozoa - imagem direita) não são fatais a menos q a pessoas seja bastante vulnerável ao seu veneno. Outra classe, a Cubozoa, pode ser mesmo fatal. 

Em qualquer caso quando uma pessoa é picada por uma Medusa devem ser logo ministrados os primeiros socorros.

A primeira coisa a fazer é tirar imediatamente a pessoa para fora da água para se evitar o afogamento. Caso a vítima apresente sintomas de choque anafilático deve-se procurar assistência médica de imediato!
Caso a vítima esteja apenas dorida as medidas incluem a remoção total de tentáculos, restos ou de cnidócitos da sua pele. Uma das formas é colocar creme de barbear na zona e raspar com uma lâmina ou até mesmo com o cartão multibanco.

A aplicação de Vinagre pode ajudar mesmo em situações de picadas graves. Caso a picada se dê perto dos olhos o vinagre deverá ser aplicado com uma toalha. Caso o vinagre não esteja disponível também se pode usar água salgada e caso o ataque se tenha dado dentro da água salgada, não se deve usar água doce. A mudança da tonicidade pode contribuir para a libertação de mais veneno. O mesmo pode acontecer caso esfregue a zona afectada, se usar álcool ou até mesmo urina por isso não utilizem mais do que Vinagre e Água Salgada.

Depois destes primeiros socorros, deve ser aplicada anti-histamínicos para diminuir a irritação. Para a remoção do veneno da derme pode ser aplicada uma pasta de bicarbonato de sódio em água na zona afectada e reaplicar a cada 15-20 minutos sempre que possível. O gelo também contribui para que o veneno não se propague.

Beijinhos

Pat

segunda-feira, 18 de abril de 2016

Um pouco de Pepperoni

Olá

Hoje estava a dar-me vontade de comer uma pizza de Pepperoni... Pena não pode ser! Mas calma, não é um desejo, é apenas uma vontade de comer hehehe.
Fui ver mais sobre esta maravilha picante que me sabe tão bem comer! Não sou propriamente amiga de comidas picantes, mas há picantes que me sabe bem comer, como este...


O Pepperoni é constituído por uma variedade ítalo-americana apimentada do salame seco. É feito de carne de porco e carne bovina e, por vezes, inclui toucinho. A sua descendencia vem dos salames apimentados italianos. Estes são muito frequentemente usados como cobertura da piza em algumas pizarias do estilo americano, isto é, é a cobertura mais popular das pizas na América do Norte, está presente em, pelo menos, 30% das mesmas!
O seu nome deriva de peperoni, o plural de peperone (italiano) que, por sua vez, esta designa o pimentão. No entanto, apesar de eu gostar muito, nem toda a gente gosta, tanto é que em Itália  a piza de Pepperoni é frequentemente uma surpresa não muito bem vinda para os turistas. A sua equivalente em Itália designa-se por "Pizza Alla Diavola".


Eu gosto de lhe juntar sempre pimento vermelho, milho também mais raramente... Enfim, acho que os alimentos doces ajudam a criar uma mistura espectacular, doce e picante... UI!
Mas hoje não fará de todo parte da minha ementa, tenho de ter cuidado e já foi uma Pita Shoarma esta semana, mas na próxima quiçá.... 

Gosto muito das pizzas do Pingo Doce, mas esteve desaparecida algum tempo, não sei sequer se já está de volta.

E pronto fico-me por aqui! Espero não vos ter deixado com muita água na boca... *

Beijinhos

Pat